Chuva provoca queda de árvores e alagamentos em Campos - Tribuna NF

Chuva provoca queda de árvores e alagamentos em Campos

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

Equipes da Secretaria de Defesa Civil estão atuantes desde a noite deste sábado (22) em função da forte chuva que atingiu o município na tarde ontem. De acordo com os dados do setor de comunicação do órgão, foram um total de 18 ocorrências, sendo 10 pedidos de quedas de árvores, cinco de alagamentos e três solicitações de vistorias de casas. A Guarda Civil Municipal (GCM) atuou em conjunto.

Foram registradas quedas de árvores no Parque Aeroporto, Parque Caju, Centro, Parque Guarus, Parque Dom Bosco, Parque Corrientes, Parque Leopoldina e Travessão. Em alguns pontos, a Defesa Civil não realizou a remoção das árvores porque depende da distribuidora Enel para que sejam desligados os fios de alta tensão. A Enel já foi comunicada.

Os cinco registros de alagamentos ocorreram no Parque Tamandaré (Pelinca); Parque Santa Helena; Rua Rocha Leão, no Parque Caju; na descida da Ponte Leonel Brizola, no Centro; e na Rua Waltemar Fernandes Pimentel, no Jardim Carioca. De acordo com a Defesa Civil, em todos estes pontos as águas já escoaram.

As equipes da Defesa Civil também estiveram no Parque Nova Brasília e Parque Cidade Luz onde detectaram imóveis com estruturas comprometidas. Os residentes foram orientados para irem para casas de parentes e nesta segunda-feira (24), será encaminhado ofício para a Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social para que os desalojados sejam inseridos no programa Aluguel Social. Já na localidade de Guandu, houve desabamento total de uma casa, onde um morador fiou ferido levemente e socorrido para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

Em caso de emergência, entrar em contato com o Corpo de Bombeiros (193) e a Defesa Civil se mantém atenta, podendo ser acionada pelas redes sociais @defesa_civil_campos_, e pelo telefone (22) 98175-2512.

A Defesa Civil já vem realizando ações preventivas de desobstrução de alguns canais e valas para facilitar o desague das valas de drenagem de águas provenientes das chuvas. Foram executados serviços no Canal de Tocos, na Baixada Campista; Vala do Parque Imperial, a Vala do Santo Antônio e a Vala do Parque Aurora, além de águas do Canal Campos-Macaé. Muitos destes trabalhos foram realizados em parceria com a Coagro e a Asflucan.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *