16/06/2024
Variedades

Celulares Android vão receber pacote antirroubo, confirma Google

A bigtech americana Google anunciou um conjunto de recursos que visa à proteção de dados de usuários que tiveram os celulares roubados. O pacote será lançado por meio de atualizações do Google Play Services ainda em 2024, para todos os aparelhos telefônicos que tenham o Android como sistema operacional, nas versões 10 ou acima disso. Algumas ferramentas estarão disponíveis apenas para Android 15, o mais recente.

Segundo a empresa, as medidas farão com que bandidos “pensem duas vezes antes de agir”. Dentre as medidas, estão ferramentas para evitar que criminosos consigam resetar os dados da vítima, a fim de vender o celular. Caso o ladrão force a redefinição do dispositivo roubado, não será possível configurar o celular sem que tenha em mãos as credenciais da conta Google ou do dispositivo.

“Isso torna um dispositivo roubado impróprio para a venda, reduzindo os incentivos para roubo de telefone”, informou a empresa.

Antirroubo

A bigtech criou recursos “que podem reconhecer automaticamente sinais suspeitos e proteger proativamente seus dados no dispositivo”, como o bloqueio de detecção de roubo, em casos nos quais alguém arranque o telefone da mão da vítima e tente fugir.

“Se um movimento comum associado ao roubo for detectado, a tela do seu telefone será bloqueada rapidamente”, explica.

As medidas também vão bloquear automaticamente a tela do dispositivo, quando criminosos tentarem desconectar o telefone por longos períodos. O Android também vai bloquear a tela do dispositivo quando forem feitas tentativas excessivas de autenticação com falha.

Dados

Um outro recurso tornará possível colocar aplicativos em um espaço privado e confidencial. Será uma área separada que poderá ser ocultada e bloqueada com uma senha separada.

“Assim, pode ser proporcionado segurança adicional para aplicativos que possam conter dados confidenciais, como informações financeiras ou de saúde”.

Rastreio

Agora, as opções de desativar o recurso “Encontre Meu Dispositivo” ou de estender o tempo limite da tela exigirão autenticação do usuário.

Além disso, a nova autenticação de dispositivo vai exigir biometria para que usuários acessem e alterem configurações críticas da conta do Google e do dispositivo, como alterar a senha.

Bloqueio remoto
Um recurso de bloqueio remoto vai permitir que os celulares sejam bloqueados apenas com o número de telefone do usuário e uma rápida autenticação, usando qualquer dispositivo.

“Temos o compromisso de manter seu dispositivo e seus dados seguros no Android. Estamos constantemente desenvolvendo novas proteções para ajudar nossos usuários em todo o mundo. Fique atento a mais recursos e atualizações de segurança e privacidade do Android”, informou o Google.

Extra*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *