Caso Letycia: Justiça decide por júri popular dos réus e TJ-RJ analisa recurso da defesa - Tribuna NF

Caso Letycia: Justiça decide por júri popular dos réus e TJ-RJ analisa recurso da defesa

O juízo da 1ª Vara Criminal de Campos pronunciou, no dia 19 de fevereiro de 2024, os acusados pelo assassinato da grávida Letycia Peixoto Fonseca, de 31 anos, em março de 2023. Com a decisão, Diogo Viola de Nadai – namorado da vítima e pai do filho que Letycia esperava – Fabiano Conceição Silva, Dayson dos Santos Nascimento e Gabriel Machado Leite – suspeitos de execução e intermediador, respectivamente – vão à júri popular. A defesa dos réus, no entanto, recorreu da decisão judicial, que será analisada e julgada nos próximos dias pelo Tribunal de Justiça do Rio.

A decisão judicial também manteve a prisão dos réus. Com exceção de Gabriel, que cumpre prisão domiciliar, os outros três envolvidos aguardam julgamento no sistema prisional. O juiz Adones Henrique Silva Ambrosio Vieira julgou a prisão necessária com base na brutalidade na execução e na periculosidade dos acusados. “Destaca-se, ainda, que a custódia provisória se mostra necessária a fim de garantir a tranquilidade da instrução a ser levada a efeito por ocasião da sessão plenária, principalmente em relação às testemunhas e à vítima sobrevivente. A manutenção da prisão visa, ainda, assegurar a ordem pública e eventual aplicação da sanção penal, diante da gravidade em concreto dos fatos imputados, considerando a brutalidade dos atos de execução, indicando a periculosidade dos denunciados”, destacou o juiz na decisão.

O caso

Letycia Peixoto Fonseca foi assassinada brutalmente no dia 2 de março, na Rua Simeão Scheremeth, no bairro Parque Aurora, em Campos, por dois homens que estavam em uma moto. A vítima de 31 anos estava grávida de oito meses e morreu na hora. A criança chegou a ser resgatada com vida, mas faleceu na manhã seguinte, em consequência de insuficiência respiratória e distúrbio cardiovascular.

Fonte: Ururau

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *