Cartão Goitacá: Prefeitura de Campos efetuou pagamento a beneficiários nesta quinta-feira - Tribuna NF

Cartão Goitacá: Prefeitura de Campos efetuou pagamento a beneficiários nesta quinta-feira

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social realizou, nesta quinta-feira (1º), mais um pagamento do Cartão Goitacá no valor de R$ 200 para os usuários. O programa de transferência de renda, criado no governo do prefeito Wladimir Garotinho, garante alimentação para famílias da faixa da pobreza e extrema pobreza. No próximo dia 09, a Secretaria libera a nova lista dos beneficiários por meio do site da Prefeitura (AQUI) e da Secretaria (AQUI).

A doméstica Cristiane da Silva, 48 anos, moradora do Parque Prazeres, falou da importância do benefício. “O Cartão Goitacá está ajudando muito a gente. Já vou garantir meu arroz e feijão na mesa da minha família”. A costureira Maria Cláudia, 49 anos, moradora do Parque Aurora, disse que “o Cartão Goitacá vai ser ótimo para mim, porque vai me beneficiar muito. Vou fazer umas compras para dentro de casa”.

Para a dona de casa Cremilce da Silva, 56 anos, moradora do Parque Santo Amaro, o benefício chega em boa hora. “O Cartão é a certeza de comida na mesa, porque eu tenho 6 netos que moram comigo e minha filha, que é catadora”.

Não é necessário fazer inscrição para recebimento do benefício. As famílias beneficiárias são referenciadas no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

A concessão do benefício deverá ser reavaliada anualmente pela equipe técnica. Os beneficiários devem estar, preferencialmente, em acompanhamento familiar pelo Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) ou Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à Família e Indivíduos (PAEFI). A lei também foi aprovada pelo Conselho Municipal de Assistência Social.

São priorizadas famílias numerosas, que tenham em sua composição idosos e pessoas com deficiência sem fonte de renda e sustento; pessoas e famílias vítimas de calamidades e emergências; mulheres chefes de família e seus filhos, mulheres em situação de violência e jovens egressos dos acolhimentos institucionais.

E, ainda, é preciso estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico; ter renda mensal per capita na faixa da extrema pobreza; ser morador (a) do município de Campos há no mínimo 3 anos e, preferencialmente, não estar inserido em outros programas de transferência de renda.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *