Carla Machado recebe documento de propostas da Firjan

A prefeita de São João da Barra, Carla Machado, recebeu nesta quarta-feira, 8, em seu gabinete, o presidente da Firjan Norte Fluminense, Francisco Roberto de Siqueira. Em pauta o caderno “Agendas regionais com os municípios: Norte Fluminense 2021-2024”. O município foi o primeiro da região a receber o documento, que reúne propostas de desenvolvimento integrado elaboradas pela Firjan, com um estudo que aponta os principais gargalos e soluções para promover a economia dos municípios da região.

A prefeita enfatizou a importância do papel da Firjan. “Sabemos o quanto a Firjan é fundamental para o desenvolvimento da região e agradecemos a entrega do estudo. São muitas indústrias que estão por vir e sabemos da necessidade de preparar a cidade em questões como saneamento, mobilidade e tantas outras”, disse Carla.

“Este caderno é fruto de intensas reuniões em nossa sede regional, nas quais discutimos os problemas e as soluções para promover o desenvolvimento de forma integrada. Com apoio do corpo técnico da Federação e dos empresários que compõem nosso conselho regional listamos oito grandes temas e nos colocamos à disposição das prefeituras para contribuirmos com o que for necessário”, afirmou Francisco Roberto de Siqueira.

Também participaram da reunião o conselheiro da Firjan Wanderson Primo, que também ocupa o cargo de gerente de Relacionamento do Porto do Açu, a coordenadora da Firjan NF, Patrícia Daldegan, e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Alexandre Magno Estefan, além do subsecretário Marcelino de Souza.

O caderno da Firjan é dividido em oito grandes temas: ordenamento urbano, planejamento regional, saneamento ambiental, logística e mobilidade urbana, infraestrutura de energia e gás natural, educação, ambiente de negócios e gestão pública. Entre as propostas voltadas para São João da Barra estão a construção de novos acessos ao distrito industrial e articulações junto aos governos federal e estadual para a duplicação da BR-101, além da construção da RJ-244 (Açu-Campos) e da malha ferroviária entre o Porto do Açu e a de Macaé, ligando ao resto do país.

Ascom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *