Candidatos ao concurso para Educador Social da FMIJ farão prova objetiva neste domingo - Tribuna NF

Candidatos ao concurso para Educador Social da FMIJ farão prova objetiva neste domingo

IPTU - Prefeitura de Campos dos Goytacazes

Os candidatos que tiveram as inscrições homologadas para o concurso de Educador Social da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ), farão a prova objetiva neste domingo (22) em diferentes locais do município. As provas começam às 13h e os candidatos devem chegar com uma hora de antecedência. Neste horário, os portões também serão fechados, impreterivelmente. Para saber o local da prova, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico do Instituto Consulplan (AQUI) e digitar o número do CPF. O cartão de confirmação deverá ser impresso e apresentado junto ao documento de identificação no dia da prova.

O cartão de confirmação não será enviado ao endereço informado pelo candidato no ato da inscrição. Vale ressaltar que são de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização da prova escrita e comparecimento no horário determinado. Ao todo, 5.158 candidatos confirmaram a inscrição para o preenchimento de 288 vagas, sendo 91 para ampla concorrência, cinco para Pessoa com Deficiência (PcD) e 192 para cadastro de reserva, totalizando 288 vagas. Com o total de inscritos confirmados, são 17,88 candidatos por vaga.

As informações também poderão ser obtidas junto à Central de Atendimento do Instituto Consulplan, pelo menu “Fale Conosco” disponível no endereço eletrônico www.institutoconsulplan.org.br ou pelo telefone 0800-100-4790, no horário de 8h às 17h30. Caso o candidato, ao consultar o Cartão de Confirmação, constate que sua inscrição não foi aceita, deverá entrar em contato com a Central de Atendimento do Instituto Consulplan pelos canais citados no item anterior, impreterivelmente, até três dias antes da aplicação das provas.

Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados na Internet, no endereço eletrônico do Instituto Consulplan, a partir das 16h de segunda-feira (23). O candidato que desejar interpor recursos contra os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas disporá de dois dias úteis, a partir do dia subsequente ao da divulgação (terça-feira), em requerimento próprio disponibilizado no link correlato ao Concurso Público no endereço eletrônico da empresa realizadora do concurso.

As definições das atividades deste cargo foram definidas a partir de estudo conjunto feitos pelo Ministério Público e equipes da FMIJ e da Secretaria de Administração e Recursos Humanos para suprir a demanda dos acolhimentos institucionais, com funções atualmente cobertas por contratos temporários de processos seletivos.

O presidente da FMIJ, Leon Gomes, ressaltou as expectativas para o concurso. “Nossas expectativas são as melhores possíveis. O concurso para educador social atenderá as necessidades em nossos oito acolhimentos que são administrados pela Fundação Municipal da Infância e Juventude. Com os novos concursados, nossa qualidade de trabalho será ainda melhor, trazendo assim bem-estar para nossos acolhidos, que é a nossa maior prioridade. Há tempos não eram realizados concursos em nossa cidade, e a Fundação foi o primeiro órgão da prefeitura a realizar”.

O presidente da Comissão do Concurso, Diego Augusto Rodrigues, também falou sobre a importância da realização desse concurso público para Educador Social. “Esse momento só é possível graças à responsável administração que o prefeito Wladimir Garotinho vem fazendo. Ressalto também o esforço e a gestão do presidente Leon Gomes à frente da Fundação que, com pouco tempo, trouxe melhorias e possibilidades à pasta, não só com o concurso, que é um marco de sua gestão, mais em outras frentes da fundação. Todo o processo do concurso está ocorrendo na mais perfeita ordem. Desejamos uma boa prova aos candidatos”, disse.

A prova objetiva terá 60 questões de conhecimentos gerais e específicos, sendo 10 de Língua Portuguesa, 10 de Legislação Básica e 20 de Legislação Específica. As questões da prova objetiva serão do tipo múltipla escolha, com cinco opções (A a E) e uma única resposta correta. Além da prova escrita, o concurso para Educador Social conta com mais duas etapas: Avaliação de Títulos, de caráter apenas classificatório, e Investigação Social, em função da necessidade exigida pelo perfil do cargo de Educador Social, que tem como atribuições acompanhar diariamente as crianças e adolescentes assistidos pelas unidades da FMIJ, além de todos os projetos visando a garantia de proteção devida ao abrigado para todos os efeitos de direito.

As inscrições para o cargo foram realizadas entre os dias 1º e 28 de setembro. As inscrições só foram efetivadas após a confirmação do pagamento feito por meio do boleto bancário até a data do vencimento que constava no documento. O salário base da função de Educador Social será de R$ 1.769,88, com 44 horas de carga horária, com a jornada de trabalho podendo ser executada por regime de plantão, dependendo da necessidade do serviço público. Além do salário base, a função prevê possibilidade de desenvolvimento funcional mediante progressão no padrão de vencimento, conforme legislação em vigor, com acesso ainda a benefícios como vale-transporte, auxílio-maternidade, quinquênio, entre outros regularizados pelo Estatuto do Servidor.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *