Campos recebe mais 12.644 doses de vacinas contra a Covid-19

Mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19 foi entregue pelo Governo do Estado ao Município nesta sexta-feira (02). Ao todo são 12.104 doses dos imunizantes, sendo 8.510 de Oxford/AstraZeneca, 2. 394 de Pfizer e 1.200 de Coronavac. As vacinas foram recebidas, no Aeroporto Bartolomeu Lisandro, pelo secretário de Saúde, Adelsir Barreto, que falou sobre a continuidade do calendário de imunização da próxima semana, inclusive com a inclusão de novos grupos prioritários.

“Vamos usar esse lote que estamos recebendo para acelerar a vacinação. Serão incluídos vários grupos, como, por exemplo, o da educação em que serão vacinados também os profissionais do ensino superior, os trabalhadores da limpeza pública, do transporte público e homens com 46 anos ou mais já na segunda-feira”, disse.

Sobre o calendário unificado anunciado pelo Governo do Estado em que pretende vacinar todas as pessoas acima de 18 anos até o final de agosto, o secretário disse que “se nós analisarmos como vem acontecendo a vacinação em Campos, nós jamais vamos está abaixo disso, possivelmente acima, pois já vacinamos 50% da nossa população adulta com a primeiro dose e com certeza estaremos incluídos no calendário do Estado porque nosso sistema de vacinação está cada vez mais célere”.

Barreto também ressaltou que para acelerar a vacinação no município sempre depende da remessa de vacinas recebidas. Segundo o secretário, existe uma expectativa positiva de aumentar e acelerar a vacinação por faixa etária, principalmente agora que estamos recebendo vacinas de laboratórios diferentes. “Antes estávamos trabalhando com Coronavac e AstraZeneca, mas agora já temos Pfizer e a Janssen. Então eu creio que o volume das remessas irá aumentar e possibilitar que a gente avance bastante na imunização por faixa etária e chegamos rapidamente aos 30 anos”, disse Barreto.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 teve início em 20 de janeiro de 2021. Ela é direcionada para grupos prioritários em diferentes etapas e, até quinta-feira (01), haviam sido aplicadas 253.617 doses da vacina, sendo 179.713 de primeira dose e 73.904 de segunda dose.

A Secretaria de Saúde alerta a população para a importância de buscar a segunda dose para garantir a eficácia da vacina. Para quem tomou a primeira dose de Coronavac o intervalo é de 21 a 28 dias. Já quem tomou a primeira dose de AstraZeneca ou Pfizer, a segunda dose deve ser feita no período de 4 a 12 semanas, após da data da aplicação da primeira dose.

“Estamos na fase verde, mas temos que manter a vigilância, manter todos os protocolos de manutenção da vida, como usar máscaras, manter o distanciamento e outras regras do início da pandemia. Estamos avançando em termos de diminuir esse cenário de morte, de internação. Os leitos ocupados diminuíram bastante, mas é preciso manter a vigilância para que consigamos debelar o mais rápido possível e definitivamente esse vírus”, completou o secretário.

Subcom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *