Campos entre as primeiras cidades a receber seringas para vacinação contra a Covid

O Prefeito Wladimir Garotinho acompanhou a entrega das 160.400 mil seringas e agulhas que serão usadas na vacinação contra a Covid-19 no município. O caminhão com os insumos foi o primeiro da sair da Coordenadoria Geral de Armazenagem (CGA/RJ) da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e chegou a Campos na tarde deste sábado (16) escoltado por policiais do 8º Batalhão de Polícia Militar. Inicialmente, a orientação do Ministério da Saúde (MS) é obedecer o número de idosos que havia sido previsto para a campanha de Influenza de 2020 que foi de 56.058 idosos e profissionais de saúde, 11.306.

“Já recebemos as mais de 160 mil seringas e agulhas para começarmos a nos organizar para a vacinação contra o coronavírus. Quero agradecer ao governador em exercício, Cláudio Castro, porque Campos é uma das primeiras cidades a receber essa doação de seringas e agulhas pelo Estado do Rio de Janeiro e, muito em breve, estaremos recebendo a vacina para organizar toda nossa logística e vacinar o nosso povo para que a gente tenha liberdade novamente”, disse o Prefeito.

A assessora chefe da Vigilância Epidemiológica, Roberta Lastorina Rios, destacou a importância dessa primeira etapa que é o fornecimento desses insumos. “Sem eles, mesmo que venha a vacina, se tornaria extremamente difícil a administração. Então com essa contrapartida do Estado no fornecimento dos insumos, agora é mesmo aguardarmos a chegada da vacina para procedermos com os agendamentos com os hospitais e vacinando os profissionais de saúde. Também divulgaremos a logística de como será a vacinação de idosos nas Unidades Básicas de Saúde e em postos volantes, que serão pré-determinados para atendimento de grande volume da população que esteja dentro do grupo e fase de administração vacinal”, disse Roberta.

O município aguarda agora a liberação da vacina e também o calendário dessa distribuição que serão feitos pelo Ministério da Saúde.

“Agora estamos apostos e esperando as próximas comunicação oficiais e, assim que recebermos a imunobiológico, procederemos à vacinação da população o quanto antes dentro dos critérios do Ministério da Saúde”, completou Leonardo Cordeiro, coordenador de Imunização, orientando a população para usar máscaras e manter a higienização correta das mãos com água e sabão e usar álcool gel 70%, além de evitar aglomerações.

Ascom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: