Campos e ES unidos pela EF-118 que ligará portos capixabas ao Porto do Açu

Devido à importância estratégica para a logística regional, Campos exerce liderança no movimento em prol da construção do trecho inicial da EF-118 (Ferrovia Litorânea) do Plano de Investimento em Logística do Governo Federal, cujo traçado ligará os portos do Estado do Espírito Santo aos Portos do Estado do Rio. Neste contexto, o prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, recebeu nesta quarta-feira (31) o ex-prefeito de Vila Velha (ES) e atual deputado federal pelo Espírito Santo, Neucimar Fraga (PSD), e o presidente do Porto Central de Presidente Kennedy (ES), José Maria Vieira de Novaes.

A pauta da reunião constou de temas para que Campos seja líder na mobilização do Sul do Espírito Santo e do Norte Fluminense para construção, o mais breve possível, da ferrovia que ligará os Portos de Tubarão na Grande Vitória; da Samarco, em Anchieta (ES), e Porto Central, em Presidente Kennedy ao Porto do Açu, em São João da Barra.

A denominada EF-118, um projeto de nova ferrovia para ligar os portos do Espírito Santo aos portos do Estado, é um projeto complexo e caro devido a sua extensão, mas estudos indicam viabilidade econômica para o médio prazo e, por isso, o governo federal definiu que ele será realizado em duas etapas. Contudo, sabedor da importância da ferrovia como vetor de desenvolvimento, o prefeito, que até 2020 detinha cadeira na Câmara Federal, tem feito gestões junto ao Ministério da Infraestrutura para viabilizar a extensão do primeiro trecho da ferrovia até o Norte do Estado do Rio.

“De acordo com informações que obtive do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, quando esteve aqui na nossa região no início de fevereiro e, em função do potencial da logística portuária do Sul do Espírito Santo e do Norte Fluminense, com o Porto do Açu, que o primeiro trecho da EF-118 será construído entre Vitória e Anchieta numa parceria público-privada. Mas nós estamos nos mobilizando para que este primeiro trecho seja estendido de Anchieta até o Porto do Açu. E, para isso, estamos determinados a unir forças para que a ferrovia seja estendia até ao Porto do Açú, de forma que passe também pelo Porto Central, em construção em Presidente Kennedy, município vizinho com a nossa região, no limite com São Francisco do Itabapoana”, defende o prefeito de Campos, Wladimir Garotinho, que é presidente da Ompetro (Organização dos Municípios Produtores de Petróleo e Gás da Bacia de Campos).

Subcom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *