Câmara Campos cria grupos de trabalho extraordinário para atuação na fase vermelha da pandemia de Covid-19

Com a realização, nesta sexta-feira (26), da reunião virtual do Gabinete de Crise de Combate à Covid-19, presidida pelo prefeito Wladimir Garotinho (PSD), que, com o avanço da doença, inclusive com 100% de ocupação das vagas disponíveis nos hospitais e 14 pessoas na fila de espera por leitos de UTI, decretou o retrocesso da situação do município à fase vermelha, o presidente da Câmara Municipal, Fábio Ribeiro (PSD), instituiu atos executivos criando três grupos de trabalho para fiscalizar o cumprimento das medidas restritivas e desenvolver ações para colaborar com o governo municipal no combate ao novo coronavírus. Os atos executivos da Câmara serão publicados no Diário Oficial da próxima segunda-feira (29).

A Câmara, através da Presidência da Casa e de vereadores, participou da reunião do Gabinete de Crise. O Legislativo, com base em quadros da pandemia observados em municípios que estiveram em situação igual ou pior a de Campos, ponderou por um equilíbrio.

– Reconhecemos que distanciamento e a vacinação são os ‘remédios’ que temos hoje para combater a Covid-19. Sabemos que as medidas restritivas são fundamentais para conter o avanço da doença, mas também reconhecemos que a radicalização das restrições podem trazer serias consequências, porque o povo, por exemplo, precisa trabalhar para garantir a alimentação, que influencia diretamente na saúde, assim como exercer seu direito ao culto religioso e à prática de atividades físicas também são formas de prevenir doenças provocadas pelo isolamento social, como a depressão. Dessa forma, vamos atuar em três frentes, de modo a fiscalizar o cumprimento das medidas impostas e, ao mesmo tempo, a atuação das autoridades para que tanto a saúde da população como o exercício das atividades econômicas sejam devidamente consideradas – declarou Fábio Ribeiro.

A Presidência da Câmara definiu especificamente a formação e atuação de cada grupo, considerando, além do agravamento da pandemia em Campos, uma maior necessidade de fiscalização para dar mais transparência e verificar se o Poder Executivo vem adotando todas as medidas necessárias de planejamento e ações para minimizar os impactos da Covid-19 e contribuir para a retomada das atividades econômicas.

O Grupo de Trabalho Extraordinário, coordenado pelo vereador Marcione da Farmácia e composto também pelos edis Helinho Nahim e Anderson de Matos, deverá monitorar a evolução dos casos de coronavírus, rastrear a velocidade de crescimento da pandemia, acompanhar a ocupação dos leitos de terapia intensiva, além de aferir, junto à Secretaria Municipal de Saúde e à Subsecretaria de Posturas, as ações, planejamentos e execuções que estão sendo adotadas durante a pandemia, examinando, ainda, com a Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social, as medidas de amparo à população de rua e a entidades e associações de representação civil e de classe.

Outro grupo, formado pelos vereadores Rogério Matoso e Dandinho de Rio Preto e coordenado pelo vereador Bruno Vianna vai acompanhar e colaborar no planejamento da imunização contra a Covid-19, verificando problemas e propondo soluções, em atuação junto às Secretarias de Governo, Saúde e demais órgãos.

O terceiro grupo de trabalho vai averiguar o cumprimento, pelas igrejas e templos religiosos de todas as confissões, de todas as medidas sanitárias impostas pelo governo municipal para seu devido funcionamento durante a pandemia. A este grupo compete, além de supervisionar e orientar essas igrejas e templos sobre a obrigatoriedade das medidas, verificar, junto à Vigilância Sanitária e à Secretaria de Saúde, as ações, planejamentos e execuções que estão sendo adotadas para garantir o correto funcionamento dos mesmos. O grupo será formador pelos vereadores Leon Gomes (coordenador), Pastor Marcos Elias e Kassiano Tavares.

Os grupos de trabalhos são em caráter extraordinário e com atuação temporária, durante a pandemia do novo coronavírus. Além do relatório final, cada grupo poderá apresentar relatórios parciais, que serão de conhecimento da Câmara Municipal. “A Câmara, respeitadas as restrições para seu funcionamento, continua do povo e para o povo e estaremos atuando e, mais do que nunca, exercendo nosso papel, para o bem comum”, concluiu o presidente Fábio Ribeiro.

Ascom*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *