Caixa anuncia empréstimos com garantia de imóvel

A Caixa Econômica Federal anunciou empréstimos que têm imóvel como garantia, o chamado home equity, prevendo que poderá multiplicar por 10 sua carteira no setor, para cerca de R$ 40 bilhões.

O home equity é uma modalidade de crédito no qual um imóvel é utilizado como garantia e permite a redução nas taxas juros de crédito pessoal.

Embora exista no país há bastante tempo, o home equity tem um estoque de cerca de R$ 11 bilhões, mercado em que a Caixa detém R$ 3,5 bilhões, segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães.

“Há espaço grande para aquecer nesse segmento. O volume é de R$ 11 bilhões no país e a Caixa tem volume de R$ 3,5 bilhões, é pequeno, queremos aumentar, a expectativa é oferecer R$ 40 bilhões na contratação pelo home equity”, disse Guimarães.

O home equity estará disponível para imóveis livres de ônus, ou seja, que não têm garantia para nenhum outro banco nem para a Caixa.

A contratação poderá ser feita a partir de 3 de agosto, com taxas pela TR, IPCA ou taxa fixa, o que permite uma gama de clientes em volume maior, segundo Guimarães. Veja abaixo:

  • IPCA – taxa a partir de 0,6% ao mês num prazo de até 15 anos com garantia de até 50% do valor do imóvel
  • TR – taxa a partir de 0,7% ao mês num prazo de até 15 anos com até 60% do valor do imóvel
  • Taxa fixa – taxa a partir de 0,8% ao mês num prazo de até 15 anos com até 60% do valor do imóvel

No caso da TR, a taxa máxima será de 0,9%, oferecida independente de qualquer relacionamento com os clientes.

O simulador para a contratação do empréstimo está disponível no site da Caixa, e a contratação será feita nas agências da Caixa e correspondentes Caixa Aqui.

Recentemente, o Banco Central anunciou novas regras que permitem ao cliente contratar operação de crédito oferecendo como garantia imóvel que já esteja alienado fiduciariamente a uma operação de crédito junto à instituição financeira, por meio de compartilhamento.

A Caixa anunciou que lançará uma segunda fase do programa, com condições que contemplarão a aceitação de imóvel com ônus como garantia de novas operações, de acordo com as novas regras anunciadas pelo regulador.

Redução de juros para compra de terrenos e obras

A Caixa anunciou ainda a redução da taxa de juros dos empréstimos para pessoas físicas para compra de terrenos e construção de imóveis.

Atualmente, na linha com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), o banco cobra taxas menores para quem toma empréstimo para comprar um imóvel pronto do que para os que adquirem um lote urbanizado para construir.

Com a mudança, a taxa para construção individual cairá da faixa de 7,25% a 8,5% para 6,5% a 8,5% ao ano, enquanto para compra de terreno diminuirá de 10,25% a 11% para até 8,5% ao ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: