Cabo Frio estabelece medidas mais rígidas para combater avanço da Covid-19

A Prefeitura de Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, publicou um novo decreto nesta segunda-feira (15) que estabelece medidas mais rígidas para tentar conter o avanço da Covid-19 na cidade. No último fim de semana, algumas unidades de saúde de Cabo Frio atingiram 100% de ocupação em leitos de UTI destinados a pacientes com a doença.

O novo decreto já começa a valer nesta segunda-feira.

Confira as principais medidas:

  • Funcionamento do comércio de 10h às 19h, de oficinas de 8h às 18h, construção civil de 7h às 17h, serviço público de 9h às 16h;
  • Transporte público não pode circular com passageiros em pé;
  • Proibido o aluguel de casas e apartamentos por temporada;
  • Barracas podem permanecer na praia, mas não é permitido cadeiras e guarda-sol;
  • Setor de hotelaria deve funcionar com 50% da capacidade;
  • Passeios de barco, boates e casas de festa estão proibidos.

O decreto ainda proíbe a permanência de pessoas nas vias, áreas e praças públicas do município no horário das 23h às 5h.

“Haverá uma fiscalização maior de aglomeração porque é um momento muito delicado”, declarou o secretário de Saúde, Felipe Fernandes.

O descumprimento de qualquer das normas previstas no decreto, será considerado infração e implicará na aplicação em penas penas previstas para crimes de infração de determinações do poder público; advertência, apreensão, inutilização e/ou interdição do produto, suspensão de venda ou fabricação do produto, interdição parcial ou total do estabelecimento, cancelamento da licença sanitária, proibição de propaganda, imposição de mensagem retificadora, suspensão de propaganda e publicidade e/ou multa.

“A Administração Municipal interditará integralmente o estabelecimento comercial, industrial ou de prestação de serviços que for reincidente no descumprimento do disposto neste Decreto”, ressalta documento.

As aulas na rede particular estão liberadas.

Transferência de respiradores

No último fim de semana, a Prefeitura de Cabo Frio transferiu oito respiradores e seis camas hospitalares para o Hospital Municipal Otime Cardoso, no Jardim Esperança, unidade de saúde referência para o atendimento clínico de pacientes da Covid-19 na cidade.

Para reforçar o atendimento no segundo distrito, dois respiradores foram transferidos para a Unidade de Pronto de Atendimento de Tamoios.

Os equipamentos estavam no Hospital de Tamoios. De acordo com a secretaria de Saúde, a transferência foi realizada devido ao aumento da ocupação dos leitos convencionais e dos leitos de unidade de tratamento intensivo, e da impossibilidade técnico-estrutural de abertura atual do Hospital de Tamoios.

A unidade do Jardim Esperança recebeu a maior parte dos equipamentos em virtude da posição logística privilegiada, que permite o atendimento central, ao segundo distrito e às demais regiões cabo-frienses, segundo o município.

“É o momento de atitude drásticas, de atitudes firmes. E a nossa atitude, a minha atitude como secretário de Saúde, será salvar vidas. Se nós pudéssemos abrir o Hospital de Tamoios, abriríamos hoje, porém não é essa a situação”, disse o secretário de Saúde, Felipe Fernandes, em vídeo publicado nas redes sociais oficiais da Prefeitura.

Ainda de acordo com o secretário em vídeo, o município deve abrir uma licitação emergencial para viabilizar a abertura de mais leitos na cidade.

Na última semana, a ala para tratamento de pacientes com a Covid-19 do Hospital São José Operário precisou ser isolada porque um paciente que estava internado no local contraiu uma bactéria chamada acineto. Em nota, a secretaria de Saúde esclareceu que o protocolo de desinfecção da área do hospital foi realizado e concluído na quinta-feira (11). Os leitos da unidade de saúde já estão disponíveis, segundo o município.

De acordo com o último boletim epidemiológico, divulgado no sábado (13), Cabo Frio tem 7.770 casos confirmados da Covid-19, com 374 mortes causadas pela doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *