27/05/2024
Política

Desembargador do TJ-RJ acusado de receber propinas de empresas de ônibus fecha delação

O desembargador TJ-RJ Mario Guimarães Neto, acusado de receber propinas de R$ 6 milhões de empresas de ônibus do Rio de Janeiro, fechou uma delação premiada na PGR, informa o Blog de Lauro Jardim, de O Globo. Guimarães está afastado de suas funções desde o ano passado.

Alerj

Comente