Witzel pode ser ouvido pela CPI da Pandemia nesta quarta-feira (16)

O ex-governador do Rio, Wilson Witzel, pode ser ouvido pela CPI da Pandemia, nesta quarta-feira (16), a partir das 9 horas. O senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da comissão, e o senador Alessandro Vieira são autores da convocação.

Entre os motivos apresentados para que Witzel se apresente está uma série de denúncias de que ele se beneficiou de um esquema de corrupção no início da pandemia. Dados do Ministério Público Federal são citados pelo senador Randolfe para apontar que Witzel recebia um percentual das propinas que eram pagas dentro da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro.

No entanto, nesta segunda-feira (14), a defesa do ex-governador entrou com pedido ao Supremo Tribunal Federal para que ele possa escolher se vai ou não na CPI. O recurso de Habeas Corpus leva em consideração que o assunto da convocação do depoimento já é objeto de investigação da Justiça do Rio. O pedido foi protocolado pelo STF, mas ainda não há decisão.

Witzel pede ainda que seja reconhecida a incompetência dos Senadores para investigar questões relacionadas aos estados.

O advogado Diego Carvalho Pereira afirma o ex-político deseja prestar as informações necessárias no tempo correto.

Comente

%d blogueiros gostam disto: