Witzel diz que recebe ‘com tranquilidade’ aprovação de relatório do impeachment, mas fala em ‘linchamento político’ e acusação sem provas

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse na tarde desta quinta-feira (17) no Twitter que recebeu com tranquilidade a decisão da Comissão Especial de Impeachment da Alerj de aprovar o relatório sobre o processo. Witzel, entretanto, afirmou que sobre linchamento político e é acusado sem provas.

“Recebo com respeito e tranquilidade a decisão da comissão da Alerj. Além da defesa por escrito, antes da votação em plenário farei a minha defesa presencial, demonstrando que não cometi crime de responsabilidade. Tenho confiança em um julgamento justo”, escreveu Witzel.

“Combati o crime organizado e a corrupção, que tentou se instalar no meu governo. Eu determinei a investigação dos contratos da Saúde e afastei os suspeitos. O linchamento político do qual tenho sido vítima deixará marcas profundas no RJ. Venho sendo acusado sem provas e sem direito à ampla defesa, inclusive no STJ. A minha luta é pela democracia, é para que um governador eleito pelo povo possa prosseguir e concluir o seu mandato”, acrescentou.

Comente

%d blogueiros gostam disto: