Justiça do Rio bloqueia R$ 1,2 milhão de empresa de medicamentos

A Justiça do RJ bloqueou mais de R$ 1,2 milhão de uma empresa que tem contratos milionários com prefeituras e com o Governo do Estado do Rio de Janeiro e que, ao mesmo tempo, deve impostos ao poder público. O pedido de bloqueio foi feito pela Procuradoria Geral do Estado (PGE-RJ).

A empresa também é investigada por sobrepreço em contratações durante a pandemia do coronavírus com a Secretaria Estadual de Saúde.

Uma parte da decisão diz que, enquanto a Sogamax tinha créditos de aproximadamente R$ 30 milhões a serem recebidos do Governo do Estado do RJ e de cinco prefeituras, os débitos de ICMS, além de inscritos em dívida ativa, já estavam em fase de execução fiscal.

A decisão também determinou que os cinco municípios: Petrópolis, São Gonçalo, Magé, Quissamã e Tanguá; que haviam contratado a empresa, depositem em juízo 30% dos valores que deviam.

G1*

Comente

%d blogueiros gostam disto: