Parada de ônibus da 1001 gera protesto de passageiros da linha Rio x Campos

Depois da proibição pelo Ministério Público de Casimiro de Abreu da empresa 1001 atravessar a pista para entrar no Restaurante Oasis no trajeto Rio x Campos, a Auto Viação passou a ter a sua parada em um restaurante quase chegando ao trevo de Macaé.

As reclamações vão desde poeira, considerando que o trecho não é pavimentado, até o afrontoso preço da comida a quilo (R$ 49), além dos banheiros ser maltratados na limpeza e não possuir sequer toalha para o usuário enxugar as mãos.

Para quem achava o Oasis ruim, apareceu uma parada ainda pior.

É totalmente inconcebível uma parada nesse trecho pelo período de 30 minutos, atrasando ainda muito mais a viagem entre Rio x Campos.

Viajar na 1001 é andar de ônibus e pagar passagem de avião.

Comente

%d blogueiros gostam disto: