Avião da Azul faz pouso de emergência no Galeão após piloto relatar fumaça a bordo

Um voo da companhia aérea Azul que decolou na tarde desta segunda-feira (12) do Santos Dumont (Rio) e ia para Campinas (SP), precisou fazer um pouso de emergência no Aeroporto do Galeão (Rio) depois que um dos pilotos reportou “ocorrência de fumaça a bordo, com cheiro de queimado”.

Em circular encaminhada a tripulantes, a Diretoria de Qualidade e Segurança Operacional da Azul informou que, após identificada a ocorrência, os pilotos começaram a descer o avião com “declaração de emergência”. O informe aponta que a fumaça “cessou durante a descida da aeronave”.

O documento também relata que, depois de pousar, não houve mais registro de fumaça, e que dois passageiros que se sentiram mal durante a situação precisaram ser atendidos pelo serviço de saúde do aeroporto.

Em nota, a Azul informou que, por problemas técnicos, “o voo AD4040 (Santos Dumont-Campinas) alternou para o aeroporto do Galeão”.

A companhia também ressaltou que “o pouso e o desembarque ocorreram normalmente”, e que os clientes foram reacomodados em um voo que decolou do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) nesta noite.

“A Azul lamenta eventuais aborrecimentos causados, destaca que está prestando toda a assistência necessária conforme previsto na resolução 400 da Anac, e reforça que ações como essa são necessárias para garantir a segurança de suas operações”, informou a companhia.

G1*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *