19/06/2024
Campos

Apoio do Fundecam contribui para geração de empregos e novos empreendimentos

Mais um novo empreendimento está sendo aberto em Campos. Com o apoio do Fundo de Desenvolvimento de Campos (Fundecam), o município ganha uma Tabacaria, que está gerando 12 novos empregos. Apenas nos primeiros sete meses do ano, 140 contratos de microcrédito foram fechados pelo Fundo, totalizando aproximadamente de R$ 1,2 milhão em empréstimos.

O microempresário Thales Bastos, relata que o Fundecam representa o divisor de águas em sua vida profissional e como empreendedor. Ele conta que, desempregado, resolveu se arriscar. “Comecei com uma caixa de seda com 25 unidades, vendia em festas, pois não tinha ponto físico, mas vi que não conseguiria sozinho. O primeiro empréstimo foi de R$ 500,00 e representou uma grande surpresa, pois todos diziam que era impossível, que apenas os “amigos do rei” conseguiam empréstimo pelo Fundecam, mas eu provei o contrário, pois não sou filiado a nenhum partido e consegui sem ser “amigo do rei”. Com juros mais baixos que os bancos, o Fundo me deu a oportunidade de fazer meu primeiro grande pedido”.

Por meio do Fundo, o jovem empresário aprendeu ainda a ter controle de seu investimento. “É exigido que façamos a declaração de como está sendo investido o dinheiro. Eu digo que o Fundecam teve também uma função educadora na minha trajetória, pois numa empresa é necessário isso. Hoje estou no quinto empréstimo e realizando um sonho. São 12 funcionários com todos os seus direitos e para a construção desta casa foram cinco empresas contratadas. O Fundecam me ajuda a realizar meu sonho e gerar empregos”, disse Thales.

O Fundecam é considerado pela Caixa Econômica Federal, o Programa Municipal de Microcrédito, referência no Brasil com a menor taxa de juros. No início do ano, o governo Wladimir Garotinho ampliou as faixas iniciais para a tomada de empréstimo no microcrédito. O valor inicial para o MEI (Microempreendedor Individual) saltou de R$ 3 mil para R$ 5 mil e para a microempresa foi de R$ 6 mil para R$ 10 mil.

“Em 2021 foram liberados créditos no valor de quase R$ 1,9 milhão. Em sete meses deste ano foram aproximadamente R$ 1,2 milhão destinados para o fomento de negócios. Esta crescente é positiva, pois representa a retomada do desenvolvimento, recuperação de crédito e tem resposta no aumento de MEIs e geração de postos de trabalho com carteira assinada”, afirma o presidente do Fundecam, Orlando Portugal.

Para conseguir recursos oriundos do Fundo, é preciso ter CPF empreendedor ou MEI, apresentar o projeto do empreendimento, comprovar a relação de trabalho e capacidade para pagamento, além de um avalista.

Secom*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *