28/05/2024
Campos

APA do Itaoca é reaberta ao público em clima de conscientização ambiental

A Área de Proteção Ambiental (APA) do Itaoca, mais conhecida como Morro do Itaoca, será uma das opções turísticas para quem estiver em Campos neste feriado prolongado pelo Dia da Independência. A reabertura do local foi anunciada pelo secretário municipal de Turismo, Hans Muylaert, que destacou a importância do local para o Turismo, Esporte e Meio Ambiente. O secretário reforça que é fundamental aos visitantes o ordenamento do espaço e consciência ambiental para a preservação. A reabertura ocorre após conclusão da primeira etapa das obras de reestruturação do acesso ao morro. O espaço conta com um guarda-parque que orienta na preservação da APA.

– A reabertura da APA do Itaoca para visitantes é fundamental, principalmente, para o ordenamento da utilização do espaço pelos visitantes. É uma área de proteção ambiental, então, existe todo um regramento de utilização a ser cumprido pelos visitantes. Hoje, nós temos tráfego de automóveis para manutenção de antenas, várias modalidades esportivas sendo praticadas, como voo livre, down hill e corrida; visitação de grupos religiosos; o ecoturismo, além do turismo ecológico com a contemplação de aves, da Lagoa de Cima e da Lagoa Feia que, na verdade, é linda. É um momento de conexão com a natureza – informa o secretário de Turismo.

As obras de reestruturação foram realizadas pela Secretaria de Obras e Infraestrutura e, agora, junto à Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, a APA está sendo reaberta. “É fundamental a reabertura com toda segurança e, principalmente, com ordenamento e a promoção da educação ambiental dos nossos visitantes. Por determinação do prefeito Wladimir Garotinho, a APA do Itaoca está sendo reaberta com a infraestrutura necessária e estaremos preparando uma intensa programação de atividades esportivas junto à Fundação Municipal de Esportes (FME), academia e instituições de classe para promovermos esse ordenamento junto à Subsecretaria de Meio Ambiente”.

A primeira fase da obra teve construção de muro de arrimo nos trechos que foram afetados pelas intensas chuvas no final do ano passado; construção de guarda-corpo com pilares de concreto reforçados e tubos galvanizados; remoção de árvores caídas; podas de galhos adernados sobre a via de acesso; e construção de calçadas nos pontos estreitos, proporcionando segurança aos visitantes que gostam de subir o morro a pé. A segunda etapa das obras compreendeu a recomposição da base da via por paralelepípedos retirados pela força das águas.

Secom*

Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *