Advogados de delatores são alvos de operação sobre corrupção na Polícia Federal

Entre os alvos da Operação Tergiversação 2, deflagrada nesta quinta-feira pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal, estão os advogados Rafael Faria e João de Baldaque Mestieri.

Há mandados de busca e apreensão em relação aos escritórios dos dois, ambos no Rio de Janeiro.

Rafael Faria atuou para delatores na Operação Câmbio Desligo, enquanto o escritório do advogado João Mestieri foi responsável pela delação premiada de Paulo Roberto Costa.

Nos mandados, é pontuada a suspeita dos crimes de corrupção ativa e passiva, obstrução de justiça, advocacia administrativa, falsidade documental. organização criminosa e lavagem de dinheiro.

A operação investiga um suposto esquema de corrupção que envolveria o pagamento de propina para policiais em troca de proteção. Foram expedidos 33 mandados de busca e apreensão. Na lista, há um delegado da PF e outro da Polícia Civil.

O Globo*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: