‘Venda do Futuro’: TRF afirma que não houve prejuízo e extingue ação de Rafael Diniz contra os Garotinho

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região rejeitou os argumentos de uma ação popular movida em 2015 pelo então vereador e atual prefeito Rafael Diniz contra a ex-prefeita Rosinha Garotinho (Patri) e o ex-governador Anthony Garotinho na operação de crédito, denominado de “venda do futuro”, e manteve a decisão da juíza federal de Campos dos Goytacazes Flávia Rocha.

A ação de Rafael, também assinada pelos então vereadores Marcão Gomes, Fred Machado, Nildo Cardoso e José Carlos foi proposta contra o casal Garotinho e a Caixa Econômica Federal, pontuando ilegalidade contratual, dano ao erário e também solicitando ressarcimento aos cofres públicos.

“…diante de todo o exposto, não verifico, portanto, hipóteses de ilegalidade e lesividade efetiva que possam gerar responsabilização dos réus, nos termos formulados pela parte autora.” disse a magistrada na sentença, agora seguida pelos desembargadores federais.

2 comentários em “‘Venda do Futuro’: TRF afirma que não houve prejuízo e extingue ação de Rafael Diniz contra os Garotinho

  • 24 de setembro de 2019 em 09:38
    Permalink

    A família Garotinho sempre fizeram um bom governo no RJ,é uma covardia contra eles,essas prisões, e a cassação eleitoral deles.Volta Garotinho o RJ precisa de vc .

    Resposta
  • 24 de setembro de 2019 em 09:33
    Permalink

    É por isso que a política no Brasil não pode ser levado a sério. Absurdo essa família se Feliciano , poder vir como candidato é o TRE permitir.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: