Como herdeiros podem sacar a cota do PIS de beneficiário morto

A primeira fase de pagamento do saldo das cotas do PIS/Pasep para beneficiários de qualquer idade começou nesta segunda-feira para maiores de 57 anos. O pagamento será feito pela Caixa no caso de quem tem dinheiro em conta do PIS e pelo Banco do Brasil, se for saldo de Pasep.

Se o beneficiário tiver morrido, seus herdeiros podem sacar o saldo da conta do PIS. Para isso é preciso se dirigir a uma das agência da Caixa Econômica Federal munido de documento de identificação válido e um dos seguintes documentos:

  • Certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte expedida pelo INSS, ou
  • Atestado fornecido pela entidade empregadora (no caso de servidor público) ou
  • Alvará judicial designando o sucessor/representante legal e Carteira de Identidade do sucessor/representante legal (na falta da certidão de dependentes habilitados), ou
  • Formal de Partilha/Escritura Pública de Inventário e partilha.

A Caixa recomenda que o herdeiro leve também comprovante de inscrição PIS/Pasep na hora de fazer o saque.

Pagamento deve injetar até 39,3 bilhões de reais na economia até 29 de setembro, prazo de saque a cotistas de qualquer idade.

Fonte: Veja

De sua opinião