Transparência opaca na Alerj

A coluna Extra, Extra, de Berenice Seara, publicada neste sábado (20), levanta uma questão interessante sobre a falta de transparência na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Berenice tem razão em suas colocações. O portal da transparência da Alerj continua o mesmo dos tempos de Jorge Picciani.

A Alerj, até para evitar novas visitas da Polícia Federal, deveria seguir o portal da Câmara dos Deputados e detalhar os custos e nomeações por gabinete. Ficaria bem mais fácil para fiscalizar e identificar gastos suspeitos e possíveis funcionários fantasmas.

A nota abaixo ainda cita a falta de transparência com gastos do auxílio alimentação. Pior do que  isso, o blog já mostrou em outras oportunidades o desvio de dinheiro público via auxílio-moradia, mas que deve entrar na mira da investigação “Senhores Feudais”, da Polícia Federal, que provavelmente em breve vai às ruas.

 

Comente