25/05/2024
Economia

Rio tem aumento de 36% no número de pessoas em situação de extrema pobreza, aponta IBGE

O número de pessoas abaixo da linha de pobreza no estado do Rio de Janeiro teve um aumento de 36% em 2021 no comparativo com 2020. O dado é apontado na pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta sexta-feira, 2.

De acordo com o IBGE, mais de 4 milhões de pessoas viviam abaixo da linha da pobreza em 2021 no Rio. Destas, 1,2 milhão estavam em situação de extrema pobreza. O estado do Rio é o que acumula o maior número de pessoas nestas condições, chegando a 7,3% da população local. Em seguida vem o Espírito Santo, com 6,7%; Minas Gerais, com 4,9%; e São Paulo, que tem 4,2%.

O Brasil bateu o recorde de pessoas abaixo da linha no ano, chegando a 62,525 milhões de brasileiros. O número equivale a 29,4% da população sobrevivendo com menos de R$ 16,20 por dia, segundo os dados da Síntese dos Indicadores Sociais (SIS).

Alerj

Comente