26/05/2024
Política

O risco de uma ação controlada na delação do ex-secretário de Witzel

Desde que o Radar revelou a existência do acordo de delação do ex-secretário de Saúde do Rio Edmar Santos, o pânico se instalou na política fluminense. Deputados estaduais, empresários, assessores e aliados do governo e, claro, o próprio governador Wilson Witzel começaram a buscar na memória as conversas que tiveram com o novo delator.

É que nos dias quer antecederam sua prisão por uma operação do Ministério Público do Rio, Santos rodou meio Rio de Janeiro em conversas privadas com envolvidos no esquema investigado na Saúde. Estaria o delator dando uma de Joesley Batista e gravando todo mundo? É essa dúvida sobre uma eventual ação controlada que vem deixando muita gente em claro.

Radar Online, Veja*

Alerj

Comente