Superbom contesta publicações relacionadas a empregados

A rede de supermercado Superbom encaminhou ao jornal online Tribuna NF nota oficial contestando o noticiário das últimas horas.

Essa é a resposta da rede de supermercados:

“Ralfe,

Como já deve ter conferido, o perfil e difamações que noticiou já foi verificado como fake.

Não obstante, podemos reforçar que repudiamos o relato mencionado acima, assim como todas as suas mentiras, como lamentamos profundamente em receber essa mensagem através de um perfil anônimo que se esconde após fazer graves acusações, impossibilitando o legítimo retorno e defesa da nossa parte.

Lamentamos mais ainda que sejam utilizadas palavras como “escravidão” ou “exploração”, expressões cujo significado e conduta combatemos ferozmente na nossa Gestão.

O Grupo Barcelos, do qual a Rede de Supermercados Super Bom faz parte, atua conforme as Leis Trabalhistas estabelecidas e em conjunto com o Ministério Público do Trabalho, que tem conhecimento de todas as nossas políticas de Recursos e Desenvolvimento Humano, mas vai além e atua também oferecendo apoio social e educacional, não só aos colaboradores, como as suas famílias.

Temos ainda o orgulho de contribuir na geração de milhares de postos de TRABALHO, fomentando o CRESCIMENTO da nossa região. Tudo isso com base em um grande pilar: o respeito pelo Ser Humano.

Por fim, informamos que foi aberto um boletim de ocorrência para verificação das acusações difamatórias e que o nosso Setor Jurídico entrará em contato para maiores informações.”

O jornal online Tribuna NF em momento algum deixou ou vai deixar de conceder a tradicional rede de supermercado local o direito de se manifestar no contraditório.

Oportuno esclarecer que muito inteligente a ideia do supermercado de mandar tudo para a polícia.

É que o Ministério Público do Trabalho poderá ter acesso da veracidade ou não do que vem sendo divulgado com a simples requisição ou busca e apreensão das câmeras de segurança dos estabelecimentos onde os funcionários exercem o seu labor.

A câmera que manda prender uma pessoa que tenta levar uma cabeça de alho é a mesma que poderá comprovar eventuais irregularidades.

De sua opinião