Rafael Diniz quer cobrar R$ 8 ao usuário do futuro Restaurante Popular

Foi realizado no dia de hoje uma audiência pública para viabilizar a reabertura do Restaurante Popular de Rafael Diniz.

Compareceram vários seguimentos da sociedade, mas não apareceu nem a secretária Sana Gimenez e nem Rafael Diniz.

Rafael Diniz postou no instragram uma foto almoçando no Alambique do Leley, no Balneário de Farol de São Thomé. Sana não justificou sua ausência. Mas se ela não serve para ir nessa audiência pública, deveria pedir demissão.

Na audiência foram tratados diversos assuntos com um representante do prefeito e outro funcionário da prefeitura, mas nenhum dos dois fez questão de se identificar. Mas seus nomes deverão ser revelados em eventual Ata que deverá ser lavrada para publicação no Diário Oficial.

Esperamos que os incidentes ocorridos na audiência sejam colocados na Ata até porque algumas pessoas gravaram a reunião.

O que deixou as pessoas um pouco conturbadas é que Rafael quer cobrar R$ 8 por refeição e café. Tudo muito confuso.

Esperamos que a reabertura do Restaurante Popular não seja mais um pretexto para que a comida dos pobres não vá parar nos pratos dos ricos.

Pelo andar da carruagem tem muito sabido de olho nesse novo projeto.

Todavia se as previsões se concretizarem o projeto deverá ser tocado por outro prefeito diante dos sucessivos comentários de afastamento de Rafael Diniz por envolvimento com o procurador Claudio Lopes, preso por ordem do Órgão Especial do Tribunal de Justiça.

Segundo a GloboNews, Claudio Lopes a pedido do prefeito de Campos teria feito gestões não republicanas junto a uma promotora de justiça que tem consigo importante investigação envolvendo a prefeitura de Campos na gestão Rafael Diniz.

Todos muito curiosos no sentido do acolhimento ou não do pedido de afastamento. Se é que isso vai ficar só por aí.

De sua opinião