Quadrilha ‘contaminava’ contêineres para mandar cocaína à Europa

Agentes da Polícia Federal deflagraram nesta quarta-feira (10) a Operação Aegir, contra o tráfico internacional de drogas. A quadrilha investigada infiltrava pequenas quantidades de entorpecentes em contêineres de terceiros já embarcados em cargueiros.

Equipes cumprem mandados de prisão e apreensão em três estados:

  1. No Rio, são 15 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão;
  2. Em Natal (RN), são 2 de prisão e 3 de busca e apreensão;
  3. Em João Pessoa, 1 de prisão e 1 de busca e apreensão.

Até as 8h30, duas pessoas detidas haviam chegado à sede da PF no Rio, na Praça Mauá.

A PF suspeita que funcionários do Cais do Porto estejam envolvidos no esquema.

Uma das estratégias do bando consistia em “contaminar” contêineres de terceiros já lacrados pela Receita Federal.

  1. O alvo eram contêineres legalizados de terceiros
  2. A quadrilha localizava quais iriam para o destino desejado na Europa
  3. Os “infiltrados” esperavam a Receita Federal lacrar e liberar o contêiner para embarque
  4. Os “pescadores” pegavam um barco e emparelhavam com o cargueiro do lado voltado para o mar, para não levantar suspeitas
  5. Estivadores embarcados jogavam cordas para o barco e içavam a droga a bordo
  6. O lacre era rompido, e a droga, implantada, sempre em pequenas quantidades (20 kg)

Fonte: G1

De sua opinião