Polícia prende principal negociador de maior arma apreendida no RJ

Policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) prenderam na manhã deste sábado (29) o homem apontado como o principal negociador da metralhadora Browning ponto 50. A arma apreendida no último dia 19 de setembro foi a maior arma já apreendida no estado.

Aryel Wolf Gang Ramos de Andrade, de 27 anos, foi detido enquanto saia da comunidade Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio. Segundo o delegado, ele tem várias anotações criminais.

“Depois de vários dias de investigação. Fizemos revezamento de policiais durante dia e noite. Hoje conseguimos pegar ele no fim da madrugada, por volta das 6h. Ele estava saindo da comunidade Cidade de Deus, estava refugiado lá”, disse o delegado Delmir Gouveia.

“Ele tem várias anotações criminais como roubo a estabelecimentos comerciais e arrombamento dos caixas eletrônicos. Ele é o terceiro suspeito que estava envolvido no caso. Nós prendemos dois e ele é o que tinha conseguido fugir. Ele é o principal negociador”, completou o delegado.

Munição da metralhadora apreendida pela Polícia Civil no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Munição da metralhadora apreendida pela Polícia Civil no Rio de Janeiro — Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Arma seria levada para Rio Grande do Sul

A arma estava sendo negociada por traficantes por R$ 200 mil. Quando foi apreendida, duas pessoas foram presas no local: Thiago da Silva Lopes e Pablo Carvalho da Silva. No entanto, Aryel teria conseguido fugir no episódio.

O delegado afirmou ainda que durante a abordagem deste sábado (29), Aryel tentou fugir. O preso foi levado para a delegacia e admitiu que a arma seria usada para assaltar carros-fortes no Rio Grande do Sul.

“Ele reagiu, tentou fuga, resistiu à prisão, mas conseguimos deter ele. Monitoramos ele a madrugada toda e agimos às 6h. Ele também vai ser autuado por resistência. Agora ele foi levado para a delegacia de roubo de cargas”, disse.

“Ele admite o crime informalmente, mas não vai prestar depoimento. Essa metralhadora estava sendo negociada com criminosos do Rio Grande do Sul, ela seria usada para assalto a carros-fortes. Mas a investigação continua, inclusive para tentar identificar criminosos no Sul”.

A metralhadora antiaérea do Exército americano, mede 1,68 metro de comprimento e pesa 38 quilos. Tem a capacidade de disparar de 400 a 600 tiros por minuto.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: