Polícia encontra 117 fuzis M-16 na casa de amigo do suspeito de atirar em Marielle e Anderson Gomes

A Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrou 117 fuzis, do tipo M-16, na casa que o policial militar Ronnie Lessa tem no Méier, na Zona Norte do Rio.

De acordo com investigações da DH, Lessa foi responsável por atirar na vereadora Marielle Franco e no motorista Anderson Gomes.

Na manhã desta terça-feira (12), a polícia cumpriu um dos 32 mandados de busca e apreensão da Operação Lume na residência. No local, os policiais encontraram grande quantidade de armas – incluindo fuzis – e munição em um endereço, segundo a polícia, ligado ao ex-policial Ronnie Lessa. Ronnie e Élcio Lessa, militar expulso da corporação, foram presos pelo atentado à vereadora Marielle Franco.

“Dá para fazer muito fuzil”, diz um dos agentes que participam da ação. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil encontrou o arsenal em caixas, espalhadas em armários e em cômodos de uma casa no Méier, na Zona Norte do Rio. A polícia investiga se Lessa trafica armas e escondia lá o material.

Fonte: G1

De sua opinião