Operação tenta prender mais de 100 PMs e traficantes no Sul Fluminense

Rio – Uma operação deflagrada nesta terça-feira pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) e pela Polícia Federal (PF) busca prender 32 policiais militares do 28ºBPM (Volta Redonda) e traficantes, no Sul Fluminense. Ao todo, os agentes visam cumprir 100 mandados de prisão e 191 de busca e apreensão em Itatiaia, Resende e Volta Redonda.

A operação, batizada de Sideros e Confinados, conta com a participação da Corregedoria e da Coordenadoria de Inteligência da Polícia Militar do Estado do Rio, além do próprio 28º BPM (Volta Redonda).

Segundo as investigações, traficantes pagavam propina para que policiais permitissem a livre venda de drogas em Volta Redonda. Os valores, que eram pagos a cada semana ou de 15 em 15 dias, variavam de R$ 200 a R$ 1 mil. Além disso, os militares também recebiam por resgates a criminosos detidos.

As investigações foram iniciadas a partir de elementos coletados na fase final da Operação Camará, deflagrada pela PF em 2017 para combater crimes ligados ao tráfico de entorpecentes. Sete denúncias apresentadas pelo MP-RJ apontam o envolvimento dos 32 PMs, 57 traficantes de Volta Redonda e 13 traficantes de Itatiaia e Resende no esquema de propina. Elas também resultaram na apreensão de armas e drogas.

As investigações ainda revelaram indicações para voto em político de interesse do tráfico e homicídios.

Os policiais são acusados de associação criminosa armada, corrupção, tráfico de drogas e roubo. Os PMs presos serão levados para a Corregedoria da PM, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

O Dia*

De sua opinião