Miliciano conhecido como Robocop e PM são mortos em bar

Dois homens foram mortos nesta terça-feira (16) dentro de um bar no Anil, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio. O crime aconteceu na Rua Soldado Genaro Pedro Lima. A Polícia Militar acredita que as vítimas tinham envolvimento com milicianos da Zona Oeste do Rio.

Segundo a corporação, um dos mortos é Wallace de Almeida Pires, um ex-policial civil conhecido como Robocop, antigo miliciano que atuava em Jacarepaguá. Ele era investigador da polícia quando foi demitido em 2012.

Na época, o processo administrativo contra Wallace identificou que ele comandava uma milícia na Gardênia Azul junto com Cristiano Girão, presidente da Associação de Moradores da região e chefe da quadrilha.

Segundo denúncias, o grupo exigia pagamento dos moradores e comerciantes locais, exploração de sinal clandestino de TV a cabo, internet, serviços de transporte coletivo alternativo e fornecimento de botijões de gás.

A outra vítima é João Ricardo Silva de Souza, soldado lotado no 18º BPM desde 2015. Ele estava sendo monitorado pelo Serviço de Inteligência da polícia.

Policiais do 18º Batalhão (Jacarepaguá) foram acionados para a ocorrência de duplo homicídio. Por volta das 15h30, a Delegacia de Homicídios estava a caminho do local.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar o crime. A perícia foi realizada no local e a polícia busca imagens de câmeras de seguranças e testemunhas.

G1*

De sua opinião