Governador Witzel visita áreas atingidas pelas chuvas no Sul Fluminense

O governador Wilson Witzel e o secretário estadual de Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, coronel Roberto Robadey, sobrevoaram e visitaram, na tarde deste domingo (19/05), as áreas atingidas pelas chuvas no município de Barra Mansa. A cidade do Sul Fluminense foi uma das mais castigadas pelo temporal. O governador instalou um gabinete de crise e colocou toda a estrutura da administração estadual à disposição dos prefeitos dos municípios que decretaram calamidade e/ou estão em estágio de atenção. Equipes da Cedae, do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), e das secretarias de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, Ambiente, Polícia Civil e Polícia Militar atuam para auxiliar as cidades afetadas.

– O prefeito Rodrigo Drable me relatou que o problema mais grave é com o rio Barra Mansa. Há necessidade de remoção de 400 famílias que moram ali. Estamos dando início a um programa de habitação para baixa renda, o Programa de Casa Nova, que prevê a possibilidade de construir anualmente 20 mil novas unidades. Nós vamos trabalhar para ter um terreno aqui, o prefeito já nos ofereceu, para retirar as famílias daquela área. Barra Mansa tem um problema grave de ocupação irregular. É um problema que afeta todo o estado do Rio de Janeiro há décadas, a falta de controle urbano e essas situações de risco em que as pessoas se colocam ao construir nessas áreas. Temos que ter um programa habitacional, vamos atacar dessa forma – afirmou o governador.

Desenvolvimento Social

Uma equipe composta por 10 técnicos, assistentes sociais e psicólogos da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos foi para Barra Mansa para assessorar o município na gestão de abrigos e na prestação dos serviços socioassistenciais. Além disso, o grupo levou alimentos para suprir a necessidade imediata de aproximadamente 225 famílias e instrumentos para operacionalizar cadastros e possíveis benefícios a serem posteriormente concedidos como Aluguel Social.

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos está arrecadando doações para as vítimas das chuvas. Alimentos não perecíveis, água, colchonetes e materiais de limpeza podem ser entregues na Rua Voluntários da Pátria, nº 120, em Botafogo, entre 8h e 20h.

Defesa Civil e Corpo de Bombeiros

A Defesa Civil do Estado também está atuando em Barra Mansa e auxilia no cadastramento de desalojados e desabrigados. Um viatura tanque reboque de 30 mil litros foi enviada para ajudar na limpeza das ruas.

Neste sábado (18/05), a secretaria deslocou também uma equipe para Cabo Frio com o objetivo de apoiar as prefeituras dos municípios adjacentes afetados. Cabo Frio, Arraial do Cabo e São Pedro da Aldeia acionaram formalmente a Sedec-RJ para auxiliar nas ações de mitigação dos danos.

Os municípios de Araruama, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Cabo Frio, Iguaba Grande, Macaé, Rio das Ostras, Saquarema, São Pedro da Aldeia e Silva Jardim registraram, entre as ocorrências, pontos de alagamento e inundação, deslizamentos de terra e diversos cortes de árvores. Macaé, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia e Araruama ainda contabilizam desabrigados e desalojados.

A Defesa Civil do Estado está em contato permanente com os municípios e prestando assistência, por meio de consultoria técnica, aos prefeitos e gestores municipais de Defesa Civil. O Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden-RJ) segue monitorando as condições meteorológicas e os níveis pluviométricos de todo o Estado.

Ambiente

A Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade informa que o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) mobilizou equipes e maquinário para apoiar os municípios de Arraial do Cabo, Volta Redonda, Barra Mansa e Barra do Piraí, diante das fortes chuvas.

O presidente do Inea, Claudio Dutra, acompanha, neste domingo (19/5), os trabalhos de resposta ao transbordamento de rios e alagamentos nos municípios de Volta Redonda e Barra Mansa. O órgão ambiental estadual também disponibilizou retroescavadeiras para estas cidades a fim de auxiliar os agentes municipais nas ações.

Já, em Arraial do Cabo, o Inea enviou uma pá carregadeira para ajudar na desobstrução de rios. Os trabalhos estão sendo acompanhados pela equipe da Diretoria de Recuperação Ambiental. Ainda em Arraial do Cabo, o órgão também apoiou, com duas pick-ups, as ações da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

Em atenção à situação da Barragem de Santana, em Barra do Piraí, técnicos do órgão farão uma vistoria ainda hoje.

Cedae

A Cedae disponibilizou veículos – um caminhão e uma van – que serão utilizados para levar mantimentos e equipe técnica. O diretor da Região do Interior da Cedae, Carlos Braz, acompanha pessoalmente as ações.

DER

O DER-RJ atua nos municípios atingidos com máquinas para desobstruir ruas cheias de lama e rodovias onde ocorreram deslizamentos de terra. Equipes também fazem a sinalização necessária para auxiliar os motoristas que trafegam pelas vias afetadas.

Polícia Civil

A Secretaria de Estado de Polícia Civil suspendeu temporariamente os serviços de necropsia no Posto Regional de Perícia Técnico-Científica (PRPTC) de Araruama, onde foram identificados problemas por causa das chuvas. A decisão foi tomada para preservar a integridade física de servidores e do público, já que a estrutura de parte do prédio, onde o serviço é feito, foi comprometida com o temporal. A perícia de vivos continua funcionando normalmente no local.

Os serviços serão deslocados para o PRPTC-Macaé e o PRPTC-São Gonçalo, de acordo com a proximidade de cada ocorrência. As necropsias de Arraial do Cabo, Búzios, São Pedro da Aldeia e Cabo Frio irão o PRPTC-Macaé, enquanto que as de Iguaba Grande, Rio Bonito, Saquarema, Araruama e Silva Jardim irão para São Gonçalo. Uma equipe da perícia criminal já foi acionada para confeccionar um laudo sobre as condições gerais do prédio de Araruama.

Nesta segunda feira (20/05), a Secretaria de Obras irá verificar a demanda do PRPTC de Araruama.

*Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: