Governador Wilson Witzel piora situação de policiais do interior que atuam na cidade do Rio

O governador Wilson Witzel vem piorando a cada dia a situação de policiais militares do interior do estado que atuam na cidade do Rio de Janeiro.

A maioria desses policiais entrou para a corporação no período da criação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP).

Ainda nos governos Sérgio Cabral e Pezão muitos conseguiram transferência para o interior através de indicações políticas, sem respeitar a antiguidade dos agentes.

Agora o governador Wilson Witzel está acabando com algumas UPPs, que realmente foram uma fachada dos governados Cabral/Pezão.

Acontece que com o fim das UPPs os policiais do interior continuam na capital e ainda perderam a gratificação, além da escala “sugada” para quem pega mais de 300 km de estrada para atuar no sol de 40. °C.

Em recente publicação no facebook, o suplente de deputado estadual Soldado Tobias, que é da corporação, relatou a situação dos policiais que estão atuando no Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE), onde foram deslocados vários agentes que atuavam em UPPs.

“DIGNIDADE PARA OS POLICIAIS DO BPVE

Hoje, 12 de setembro, no Rio de Janeiro, o sol está atingindo a temperatura de 40.°C, nem por isso os nobres policiais, do conceituado BPVE, que são incumbidos de manterem a ordem pública nas vias expressas da cidade do Rio de Janeiro, deixam de cumprir a sua missão em escalas que chegam a 48h de serviço, com um pequeno descanso entre 00h00min até às 05h00min, nos dois dias de serviço.

Ressalto que não estou questionando o patrulhamento, afinal é uma ação policial de suma importância em prol da segurança dos fluminenses, mas sim, essas condições precárias que os policiais estão sendo submetidos.

Para cuidar da segurança dos populares que utilizam as vias expressas, esses profissionais trabalham sem água potável para beberem; sem sanitários para realizarem suas necessidades fisiológicas; e em locais sem sombra, ou seja, ficam horas expostos ao sol.

Observem que uma simples tenda, a exemplo da que foi colocada pelo conceituado 25 BPM, em um ponto de baseamanto na praia já diminuiria muito o sofrimento desses policiais que trabalham no conceituado BPVE.”, suplente de deputado Soldado Tobias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: