Garotinho pretende retornar o programa Gol de Placa e negociar a concessão do Maracanã

Garotinho (PRP), candidato ao governo do Rio de Janeiro, esteve, nesta segunda-feira (27), na estação de metrô do Maracanã, na Zona Norte da capital, para conversar com eleitores e distribuir santinhos de campanha.

Abordado sobre a atual situação do estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, o candidato prometeu que o palco das finais das copas do mundo de 1950 e 2014 receberá atenção especial em seu possível governo e que pretende negociar com o consórcio que administra o estádio para que as obras pendentes no contrato possam ser concluídas.

Além disso, o candidato afirmou que deve negociar a transferência de concessão do Maracanã.

“Nós pretendemos buscar, como eu disse, um operador internacional ou quem sabe a Federação do estado, de preferência. Hoje, as grandes arenas esportivas do mundo têm empresas que sabem como funciona. Há muito espaço dentro do Maracanã para ser explorado comercialmente”, ponderou Garotinho, levantando a opção de construir uma universidade no local. “Existe um grande espaço dentro do Maracanã onde pode ser instalado uma universidade”, explicou.

Garotinho pretende voltar com o programa Gol de Placa, quando o torcedor trocava notas fiscais por ingressos dos jogos.

“Olha, nós pretendemos fazer com que a população possa de novo frequentar o estádio. Hoje em dia, com o preço dos ingressos, é praticamente impossível. Existiu um programa chamado Gol de Placa, onde as pessoas compravam uma raspadinha da Loterj e adquiriam um ingresso com mais 100 reais em nota fiscal. Hoje, esse ingresso poderia custar 5 reais, e a operação seria muito positiva. Houve um incremento à época do ICMS de 14%, com a população ajudando através da nota fiscal”, lembrou Garotinho.

Fonte: G1

De sua opinião