Flamengo bate o Vasco e conquista o título do Campeonato Carioca 2019

Muita festa na favela! Flamengo e Vasco se enfrentaram na tarde deste domingo (21), pelo jogo da volta da final do Campeonato Carioca 2019, no Maracanã. Assim como no primeiro jogo, o Rubro-Negro voltou a vencer o Cruzmaltino por 2 a 0. Willian Arão e Vitinho garantiram o 35º título estadual da história do clube da Gávea.

Vasco aplica forte ritmo no início, mas Flamengo é cirúrgico

Precisando reverter uma boa vantagem construída pelo adversário no primeiro jogo, o Vasco partiu para cima logo nos primeiros minutos. Aos oito minutos, Marrony recebeu pela esquerda e buscou uma finalização, mas a bola apenas tirou tinta do travessão rubro-negro. O Flamengo respondeu aos 12 minutos, com Renê. O lateral aproveitou sobra de bola e emendou um forte chute, assustundo Fernando Miguel. Aos 15, Pará cobrou uma falta lateral rolando a bola para De Arrascaeta, que cruzou para a área e Willian Arão ganhou no alto de Werley e cabeceou para estufar a rede cruzmaltina, abrindo o placar.

Após o gol, o Flamengo pode administrar a vantagem no placar agregado. Já o Vasco se desesperou e não conseguiu manter o mesmo ritmo do início do jogo. Aos 28, Gabriel foi acionado em velocidade pela esquerda, aproveitou a marcação frouxa de Werley e cruzou rasteiro para Diego, que deu um desvio letal para a marcação, mas Fernando Miguel apareceu para fazer uma boa defesa. O Vasco tentou responder. Aos 33 minutos, após cruzamento, Diego Alves afastou e Pikachu apareceu para completar, mas Renê tirou a bola que tinha endereço certeiro.

A blitz vascaína continuou. Aos 34, Lucas Santos realizou boa jogada individual pelo lado esquerdo e cruzou para Lucas Mineiro, mas o volante furou dentro da área na hora da finalização. Aos 44 minutos, Cáceres cruzou para Lucas Santos, que ganhou de cabeça e a bola sobrou para Danilo Barcelos, que não conseguiu finalizar da maneira correta e ocasionou apenas o tiro de meta para Diego Alves.

Flamengo resiste às investidas do Vasco e tem inteligência para matar a partida

Já na etapa final, o Vasco tentou, mais uma vez, pressionar o adversário e conseguiu envolver o Flamengo com jogadas rápidas e troca de passes objetivas, principalmente com a presença de Maxi López na grande área. Aos três minutos, Raul tocou para Pikachu, que chegou batendo. Maxi desviou a bola, mas Diego Alves, atento, defendeu. O Flamengo até chegou a marcar mais um gol, desta vez com Gabriel, após um lance em velocidade que o atacante driblou Fernando Miguel e tocou para o gol vazio, mas a arbitragem, com o auxílio do VAR, anulou o tento.

Aos 20, o Vasco criou a principal chance da equipe no jogo. Bruno César carregou a bola pela esquerda e cruzou para Maxi López, na quina da pequena área, se antecipar à marcação e dar um leve toque, mas Diego Alves operou um milagre e evitou o gol de empate do Cruzmaltino. A partir disso, o Flamengo neutralizou as investidas adversárias e com soberania e tranquilidade administrou o jogo. Aos 37, Diego deu um passe primoroso para Vitinho, que partiu em velocidade, ficou de frente para Fernando Miguel e bateu firme para estufar as redes e marcar o segundo gol rubro-negro.

Praticamente sem esperanças, o Vasco se lançou ao ataque nos minutos finais. Aos 40 minutos, Danilo Barcelos cobrou falta e a bola explodiu no travessão. Mas não havia tempo para mais nada e os jogadores vascaínos se descontrolaram, resultando na expulsão de Werley, após falta em Vitinho. Com a vantagem no campo e no placar, coube ao Flamengo esperar o apito final para soltar o grito de campeão e fazer a festa.

Fonte: FutRio

De sua opinião