Ex-goleiro Bruno vai para presídio de segurança máxima depois de ida a bar

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) de Minas Gerais foi notificada, nesta quarta-feira, sobre a decisão judicial que autoriza a transferência do ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza, condenado a 20 anos de prisão pela morte de Eliza Samudio, para a penitenciária de segurança máxima Nova Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ainda de acordo com a Seap, essa mudança deve ocorrer nos próximos dias. A informação foi confirmada também pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

Bruno está preso em Varginha, no Sul de Minas Gerais, desde abril de 2017, quando havia acertado com o Boa Esporte, time local, e se mudado para a cidade com a esposa, mas foi considerado culpado em audiência de justificação e teve uma falta grave, referente ao episódio em que foi visto em um bar com mulheres durante o horário de trabalho. Na decisão, ele perdeu também o direito à progressão ao regime semiaberto até 2023.

O ex-goleiro foi condenado em um processo que analisou essa denúncia, segundo a qual ele também teria consumido bebidas alcoólicas. Apesar de ter sido absolvido no Processo Administrativo Disciplinar (PAD) interno do presídio, o juiz Tarciso Moreira de Souza, da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha, optou pela reapreciação, em pedido realizado pelo Ministério Público.

A denúncia foi feita em uma reportagem que mostrou Bruno na companhia de duas mulheres durante o horário de trabalho externo. Na mesa em que eles estavam, havia uma lata de cerveja, mas o vídeo não mostra o goleiro ingerindo bebida. A reportagem também exibiu um diálogo por meio de mensagens em um aplicativo de celular entre o goleiro e as duas mulheres.

No entanto, após o vídeo ser divulgado, a Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Varginha, onde Bruno realizava trabalho externo, afirmou que o espaço é usado pelos detentos, com conhecimento da associação. Bruno trabalha em uma empresa parceira da unidade, onde trabalha com produtos siderúrgicos.

Fonte: Extra

De sua opinião