Ex-assessor de Simão Sessim é preso com quase R$ 150 mil e atribui dinheiro a político

Rio – Preso com R$ 149.800 e um revólver calibre 38 com a numeração raspada, Joshson José Bandeira, de 43 anos, alegou para policiais do 21º BPM (São João de Meriti) que a quantia em espécie pertencia ao ex-deputado federal Simão Sessim, do PP, para quem trabalharia como assessor.  E mais: teria pego o valor com o filho do ex-parlamentar Marcelo Sessim, em um shopping na Barra da Tijuca, para levar para Dudu Amorim, funcionário de Sessim, em Nilópolis, Baixada Fluminense.

Sem mandato, mas nomeado pelo governador Wilson Witzel para representar o governo em Brasília, Simão Sessim desmentiu a versão de Bandeira. “Ele é um bandido. Tudo isso é mentira. Ele trabalhou na última campanha pra gente pegando as necessidades dos eleitores, mas foi demitido porque não gostava de trabalhar. O Dudu cobrava muito dele”, protestou Sessim.  O preso alegou trabalhar para a família de Sessim desde 2012.

Bandeira foi levado para a 64ª DP (São João de Meriti) onde o caso foi registrado. Bandeira foi abordado por PMs em um ônibus na Rua Elisário de Sousa, no bairro Vila Norma, em São João de Meriti, quando passageiros perceberam que ele estava armado. Com medo de um suposto assalto, eles acionaram os policiais que o apresentaram na delegacia.

O delegado da 64ª DP (São João de Meriti), Vinicius Domingos, alegou que o caso está sob sigilo para não atrapalhar as investigações.

Fonte: O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: