Estado do Rio estoura limite de gastos com pessoal pelo quarto quadrimestre seguido

Segundo o relatório de gestão fiscal do 1º quadrimestre de 2018, o Estado do Rio segue além do limite permitido de gastos com pessoal. De acordo com o documento — que engloba apenas o Executivo —, o Rio gasta 55,53% de sua receita líquida com salários e encargos trabalhistas. O limite permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) é de 49%. Esse é o quarto quadrimestre seguido em que o Estado desrespeita o que está previsto na LRF.

A boa notícia é que o percentual é o melhor desde 3° quadrimestre de 2016, o primeiro em que o Estado extrapolou o permitido por lei. Para se ter uma ideia, ao fim daquele anos, o Rio gastou 61,73% de sua receita líquida com pessoal. No final de 2017, o percentual registrado foi de 57,27%.

Por estar em situação da calamidade pública financeira, o Estado do Rio não sofre com a contagem de prazo para retornar ao limite estabelecido por lei. Ainda será publicado o relatório consolidado das contas, que irá incluir os gastos dos demais entes da administração pública.

Fonte: Extra

De sua opinião