Em Tempos de Desemprego, Governo Diniz prioriza a Superintendência de Comunicação em detrimento da Superintendência de Trabalho e Renda

Por José Alves de Azevedo

De acordo com os dados da execução orçamentária do município de Campos, do primeiro quadrimestre do ano de 2018, comparado ao mesmo período do ano de 2017, como se encontra registrados nos dois gráficos e nas duas tabelas relativos a Superintendência de Comunicação e a Superintendência de Trabalho e Renda.

Observa-se, o orçamento da Superintendência de Comunicação aumentou 38,33%, saiu de R$ 2,822 milhões no ano de 2017 para 3,904 milhões no ano de 2018. O executado financeiramente no período de janeiro a abril de 2017 foi de apenas R$ 55,364 e neste ano o valor chegou a R$ 715,938.

No caso da Superintendência de Trabalho e Renda, no ano de 2017 o orçamento foi de R$ 92,300 mil, o executado no primeiro quadrimestre foi de zero reais. Já no ano de 2018, o orçamento desta superintendência se elevou em 734,95%, todavia, o seu valor executado de janeiro a maio foi também de zero reais.

Com base nos dados acima pode-se afirmar, o Governo Rafael Diniz, no primeiro quadrimestre do ano de 2018 gastou na área de Comunicação Social o valor de R$ 715,938 mil,enquanto, na área da empregabilidade, sobretudo, agora, em que o município se encontra numa conjuntura de crise social gritante, o setor produtivo continua desempregando, o Governo Diniz, gasta zero reais em políticas públicas relacionadas ao segmento do trabalho. Tal contexto constitui uma triste realidade para a classe trabalhadora local.

*José Alves de Azevedo Neto é economista.

Um comentário em “Em Tempos de Desemprego, Governo Diniz prioriza a Superintendência de Comunicação em detrimento da Superintendência de Trabalho e Renda

  • 15 de julho de 2018 em 20:58
    Permalink

    Abordagem importantíssima e com dados oficiais. Isso mostra quais são as prioridades do governo.

    Fica apenas uma observação: peça que alguém revise o texto.
    Pessimamente escrito. Ideias mal arrumadas e parágrafos sem conclusão. Uma lástima.

    Resposta

De sua opinião