Eduardo Paes: parecer da Procuradoria Geral Eleitoral deixa candidatura em pânico

O parecer da Procuradoria Geral Eleitoral deixou campanha de Eduardo Paes em pânico. A prova disso é que Eduardo Paes não achou suficiente para segurar sua defesa em Brasília a contratação do super advogado Gustavo Severo. Contratou outra banca e já conseguiu dois dias de prazo para tentar evitar que o processo entre em pauta antes do primeiro turno do Rio.

Sucede que o Tribunal Superior Eleitoral poderá deliberar por uma pauta extra para julgar o processo de cassação de Eduardo Paes e Pedro Paulo e evitar que ele fique trocando de advogado todos os dias.

Esse processo estava parado desde junho e só agora Paes e Pedro Paulo viram que deveriam contratar outros profissionais do direito?

É bem provável que o TSE não venha a engolir mais essa de Eduardo Paes e Pedro Paulo.

Agora fica claro para a população porque o Rio de Janeiro está sob intervenção federal.

Segue abaixo a cópia do parecer da Procuradoria Geral Eleitoral datada de 26 de setembro de 2018 e o andamento processual no TSE.

Confira: Parecer PGE cassação de Eduardo Paes

De sua opinião