Deputado estadual do RJ é alvo de operação que mira grupo de extermínio

A polícia do Rio realiza, na manhã desta terça-feira (21), uma operação para cumprir 19 mandados de busca e apreensão contra suspeitos de um homicídio em Magé, na Baixada Fluminense, entre eles o deputado estadual Vandro Lopes Gonçalves, o Vandro Família (Solidariedade).

A suspeita da polícia é que Vandro tenha agido como mandante do crime. De acordo com o delegado Moysés Santana, Paulo Henrique Dourado Teixeira, o Paulinho P9, era adversário político do deputado e foi assassinado em março do ano passado.

“Na época, a vítima realizava oposição ao então prefeito de Magé, Vandro Lopes. A suspeita é que Vandro seria o mandante desse homicídio, que teria sido praticado por um grupo de extermínio atuante na cidade de Magé e vinculado ao então prefeito”, afirmou Moysés, destacando que Vandro já possui antecedentes criminais.

O deputado já foi preso pela Delegacia de Combate e Repressão ao Crime Organizado (Draco) por envolvimento em milícia e homicídio em Magé. Na manhã desta terça, os agentes visam a apreender armas, celulares e computadores que ajudem a esclarecer o crime.

Paulinho P9 foi morto com vários tiros e seu corpo foi encontrado na Estrada do Goiabal, em Pau Grande, distrito de Magé.

Na época do crime, um amigo do político também estava no carro e foi baleado na perna, mas foi hospitalizado e se recuperou dos ferimentos.

G1*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: