DEM confirma candidatura de Eduardo Paes ao Governo do RJ

O partido Democratas (DEM) confirmou, na manhã deste domingo (29), Eduardo Paes como candidato do partido ao Governo do Estado do Rio de Janeiro. A convenção aconteceu em um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Ainda não foi anunciado o candidato a vice-governador.

Eduardo Paes foi prefeito do Rio por dois mandatos, de 2009 a 2017.

O ex-prefeito diz que – se eleito – pretende encontrar soluções e recuperar a paz no estado. “Vamos trabalhar juntos, de mãos dadas”, discursou. “Precisamos recuperar as finanças do estado, rever benefícios e devolver a capacidade fiscal do estado”, disse.

Paes afirmou ainda que “a intervenção é mais que necessária”. “Nós vamos continuar trabalhando com a polícia e as Forças Armadas. E permitir que as pessoas possam ter o direito de ir e vir.”

O que disse o candidato

Durante o evento, o candidato reafirmou que uma das grandes obrigações em seu governo será dar atenção à segurança do estado.

“A tarefa desse governador aqui é recuperar os serviços essenciais. A devolução da paz em níveis aceitáveis na segurança no estado. Temos capacidade, força, experiência e amor ao Rio”, conta Paes.

“O estado passa por duas crises muito grandes. Uma é fiscal. Outra, profunda, é a segurança, que está sob intervenção. O governador vai ter que tratar dessa questão como sua principal missão. E acertando essas duas questões, você começa a retomar o caminho de desenvolvimento do estado”, continuou. Paes ressaltou que espera contar com as Forças Armadas mesmo após a intervenção.

Senado

Vereador Cesar Maia foi confirmado candidato do DEM ao Senado (Foto: Bruno Albernaz/G1)Vereador Cesar Maia foi confirmado candidato do DEM ao Senado (Foto: Bruno Albernaz/G1)

A convenção democrata também lançou Cesar Maia para o Senado. O hoje vereador do Município do Rio foi prefeito da cidade por três mandatos (1993-1997, 2001-2005 e 2005-2009). É o governante com mais tempo à frente do Palácio da Cidade.

“A recuperação do Rio significa a recuperação do nosso país. Sabemos que a situação do estado não é tranquila. Precisamos trabalhar com muita responsabilidade e com gestão de qualidade e experiência”, disse Cesar.

G1*

De sua opinião