Contorno de Iconha é inaugurado após quase três anos de obra

Contorno de Iconha

O contorno de Iconha (ES) foi inaugurado nesta quinta-feira (28) após mais de dois anos de obra e diversos prazos de conclusão, que não foram cumpridos. Diversas autoridades, entre elas o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o governador Renato Casagrande participam do evento, que começou por volta das 10h30.

A obra recebeu investimentos da ordem de R$ 80 milhões e vai destravar o principal gargalo de tráfego no trecho sul da BR-101 – a travessia urbana de Iconha. Antes do contorno, esse trecho era percorrido em aproximadamente uma hora, nos horários de maior movimento. Com a implantação do contorno, esse tempo será reduzido, pois a nova pista separa o tráfego de longa distância (veículos de passeio e de carga) do trânsito urbano.

O contorno possui 7,84 quilômetros de extensão no total – considerando os encaixes com as interseções – com duas faixas para cada sentido, separadas por canteiro central. A entrada para o novo trecho da BR-101/ES será no Km 373,5 e a saída no Km 380,2, onde o traçado da nova via se encontra com a pista existente. Foram construídas duas pontes sobre o Rio Iconha, uma para cada sentido da rodovia, cada uma delas com duas faixas de tráfego, um acostamento e uma faixa de segurança. Também foram construídos quatro viadutos – dois na interseção norte e outros dois na interseção sul – que interceptam a atual BR-101.

A previsão inicial da concessionária era de que a obra começaria no início de 2016, mas atrasou e só iniciou no fim do ano. A previsão era entregar tudo pronto no primeiro semestre de 2017, este prazo foi estendido para junho de 2018, novamente para novembro do mesmo ano e enfim para o primeiro trimestre deste ano.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, garantiu que o Governo Federal vai continuar insistindo na duplicação de mais trechos da BR 101.

– R$ 80 milhões em investimentos
– Extensão total de pista: 7,84 km – sendo 7,38 quilômetros de pista duplicada e o restante de encaixes com a rodovia e estreitamento de pista;
– Implantação de quatro viadutos;
– Implantação de duas pontes sobre o Rio Iconha, sendo uma para cada sentido;
– Quatro faixas de rolamento com acostamento;
– 290 empregos diretos e 580 indiretos criados;
– 2 milhões de m³ de movimentação de solo e rocha
– Mais de 100 placas de sinalização;
– Mais de 35 mil toneladas de concreto asfáltico;
– Mais de 1 mil metros de bueiros e galerias;
– Mais de 22 mil metros de sarjetas e valetas.

Fonte: Gazeta online

De sua opinião