Condenação de Eike Batista deixa o mercado em suspense

Opinião:

A condenação do empresário Eike Batista, ainda que em primeira instância, a 30 anos de prisão, pela pratica de vários ilícitos no estado do Rio de Janeiro com o governador Sérgio Cabral e outros, deixam o mercado em suspense porque não se sabe até onde vai o silencio do empresário.

Na região ele andou com inúmeras autoridades desde presidente Lula até a prefeita Carla Machado, além dos vereadores de São João da Barra à época.

Tem muita gente que ficou rica na região, mas parece que dessa vez está chegando a hora do acerto desse pessoal perante as autoridades.

Na época dos bons tempos de Eike Batista no Porto do Açu, malas de dinheiro rolavam sempre sob o comando do gerente à época Tarcísio Lima.

Essa é a partida de futebol que você só sabe do resultado nos pênaltis.

De sua opinião