Campos tem ato em defesa da educação

A cidade de Campos dos Goytacazes teve ato em defesa da educação nesta quinta-feira (30).

Os manifestantes se reúnem no Pelourinho, no Centro, por volta das 15h, com faixas e cartazes.

Além dos cortes nas universidades federais, parte do grupo também protesta contra a reforma da Previdência.

Este é o segundo dia de protestos pelo país contra os cortes anunciados pelo governo federal para o setor, o primeiro aconteceu no dia 15.

Entenda os cortes na educação

  • Em decreto de março que bloqueou R$ 29 bilhões do Orçamento 2019, o governo federal contingenciou R$ 5,8 bilhões da educação
  • Desse valor, R$ 1,704 bilhão recai sobre o ensino superior federal
  • Em maio, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) informou sobre a suspensão da concessão de bolsas de mestrado e doutorado
  • Os cortes e a suspensão motivaram os protestos de 15 de maio
  • Após os atos, o governo disse que liberaria mais recursos para a educação, mas manteve o corte já anunciado em março
  • Nesta quinta, o Conselho Nacional dos Direitos Humanos recomendou que o governo reveja os bloqueios

De sua opinião