Botafogo vence o Sport por 2 a 0 no Engenhão e se afasta da zona de rebaixamento

Rio – O Botafogo finalmente reencontrou a vitória, ao bater o Sport por 2 a 0, no Nilton Santos. Foram cinco jogos de jejum, três deles já sob o comando de Zé Ricardo. Mais do que uma posição na tabela de classificação do Brasileiro, o Alvinegro ganha tranquilidade para trabalhar, agora em 11º. O primeiro resultado positivo do treinador e o gol de Aguirre, que desencantou, aos supersticiosos, pode ser sinal de que a maré de azar ficou para trás.

“Feliz porque atacante tem que fazer gol. Mas mais contente pela grande vitória”, afirmou Aguirre.

“Estávamos necessitando (da vitória). Teve jogo que merecemos ganhar e não conseguimos. Hoje (ontem) acho que foi justo o resultado”, disse o zagueiro Joel Carli, autor do primeiro gol.

Diante de um adversário que está desde antes da Copa do Mundo sem vencer perdeu nove partidas e empatou duas em 11 , o Botafogo tomou conta do jogo desde o início. Logo aos 3 minutos, Igor Rabello quase fez de cabeça ele recebeu o terceiro amarelo e está fora do próximo jogo.

Embora dominasse a partida, no entanto, o Alvinegro esbarrava na competência do goleiro Magrão e no próprio nervosismo. “Temos que melhorar essa posse de bola para criar mais”, disse Brenner, no intervalo.

A pressão demorou mais 19 minutos para virar gol: Carli, de cabeça, após cruzamento de Luiz Fernando. Aguirre, aos 38, ampliou. O uruguaio, que entrara oito minutos antes no lugar de Brenner, aproveitou falha da defesa, tabelou com Jean e bateu na saída do goleiro Magrão. Foi o primeiro gol do atacante com a camisa alvinegra.

O Dia*

De sua opinião