Bancada do PSL discute possibilidade de deixar a base do governo Witzel

A bancada do PLS na Assembleia Legislativa do Rio esteve reunida hoje com o senador Flávio Bolsonaro (PSL), presidente estadual do partido. Na pauta, a possibilidade de o grupo deixar a base do governo Wilson Witzel (PSC).

Pesam na decisão as críticas do ex-juiz ao presidente da República publicadas nesta sexta-feira (23) na revista “Época”.

Em uma de suas declarações, o governador — com claros planos de disputar a presidência em 2022 — afirmou que “Bolsonaro anima as redes, e o Brasil não sai do lugar“.

Witzel, que conseguiu se eleger em boa medida graças à onda Bolsonaro, vem tentando agora descolar sua imagem, apesar de manter afagos ao clã.

Nesta tarde, ele foi às redes sociais reafirmar seu apoio ao presidente:

“Desde o início, sempre o apoiei. E já disse a ele, minha vontade é sucedê-lo, mas isso não significa que neste período estaremos em lados opostos”.

Fonte: Coluna Extra, Extra

%d blogueiros gostam disto: