Siprosep anuncia retorno dos servidores, mantendo o estado de greve e um novo prazo para Rafael Diniz

O Sindicato dos Servidores Municipais de Campos emitiu nota informando o retorno dos servidores que estão em greve, mantendo o estado de greve e ofertando um novo prazo para o prefeito Rafael Diniz se posicionar sobre as reivindicações.

“A assembleia de servidores municipais da última sexta-feira (7), decidiu dar provas ao executivo sobre a boa vontade da categoria em negociar e principalmente mostrar a população a preocupação com o atendimento ao público.

Os servidores retornarão aos postos de trabalho, mas permanecerão em estado de greve a partir dia 11/06. Até essa data, a greve atual continua.

Os servidores vão esperar um posicionamento positivo do prefeito até o dia 08/07. Porém, não havendo boa vontade do executivo, o movimento grevista se levantará com o apoio de todos os sindicatos e associações unificados.

As visitas às unidades para conscientizar os servidores e população vão continuar para fortalecer o movimento.

É necessário destacar que o estado de greve é uma forma de não causar prejuízos à população que também foi abandonada pelo governo e os servidores não pretendem agir da mesma forma, num momento tão difícil, visto a grande necessidade de assistência na saúde em função da grande incidência de casos de Dengue e chicungunha no município.

Em respeito a população a categoria retorna às atividades na próxima terça-feira (11).

Durante esse período, de estado de greve, toda semana haverá uma manifestação, começando na terça-feira (11), na Câmara de vereadores, às 16 horas.

No decorrer da semana as outras manifestações serão divulgadas.

No dia 17/06 haverá também uma paralisação geral de 24 horas, para os servidores poderem participar da sessão extraordinária com o secretário André Oliveira. Essa sessão será para discutir a folha de pagamento e os gastos do governo.”, informou a assessoria do Siprosep.

 

Comente